Eu compro mais Marvel, mas coleciono mais DC

Publicado: 11 de setembro de 2014 em Quadrinhos
Tags:, , , , ,

marvel vs dc 2

O recente anúncio do reboot na cronologia da DC Comics fez explodir mais uma vez na minha timeline do Twitter a velha rixa entre Marvetes (fãs da Marvel Comics) e Dcnautas (fãs da DC). Se você acha que o futebol é algo que leva as pessoas a discutirem um assunto aparentemente inútil por horas, deveria acompanhar essa briga mais de perto, já que ela é muito pior.

Primeiro porque estes “times” enfrentam-se há anos em um embate que nunca vai acabar, umas vez que estamos falando de produtos de um ramo da Indústria Cultural calcados na eternidade de suas histórias. Segundo porque não temos dados concretos para quantificar quem é a melhor editora entre as duas, ao contrário dos placares de jogos de futebol, e então toda a discussão se baseia na subjetividade dos fãs de ambos os lados.

Mas quais são as diferenças concretas entre as duas maiores editoras de histórias em quadrinhos de super-heróis? Eu resumo assim: a Marvel é “modinha” e a DC é “icônica”.

Quando afirmo que a Marvel Comics é “modinha”, refiro-ME ao fato dela identificar tendências do momento e fazer seus personagens embarcarem nelas. Os primeiros heróis negros de destaque surgiram nesta editora: Luke Cage e Pantera Negra. Tivemos Cristal, uma heroína fruto da… Disco Music! Seus personagens constantemente mudam de visual, seja em suas identidades civis ou super-heróicas. O 11 de Setembro aconteceu no Universo Marvel. Eu poderia citar inúmeros outros exemplos. Charles Xavier e Magneto são claramente inspirados em Martin Luter King e Malcom X.

E por isso mesmo a Marvel vende mais. É muito mais fácil se identificar com seus personagens recheados de “fraquezas” e “problemas” tão comuns a todos nós. O Homem-Aranha tem problemas para pagar suas contas. Os X-Men tem mais problemas amorosos e rolos decorrentes disso que muitos personagens de novelas. Você conhece esses e tantos outros na sua adolescência, se apaixona imediatamente e passa a acompanhar suas vidas com afinco.

As primeiras HQs de super-heróis que li a ponto de lembrá-las como tal foram O Casamento do Homem-Aranha e Kitty Pride: O Orgulho dos X-Men, quando os heróis ainda eram publicados pela Editora Abril aqui no país. Ainda lembro do Peter Parker quase abandonando a Mary Jane no altar e a Kitty Pride morrendo de medo do aspecto sombrio do Noturno.

Mas olhando para a minha atual coleção, tenho muito mais coisa (entre formatinhos, álbuns e afins) da DC do que da Marvel. E a isso eu atribuo o que disse acima: a DC é icônica.

Qual é o maior super-herói de todos os tempos? Não aquele que você mais gosta, mas sim aquele que encarna perfeitamente o conceito de superheroísmo? Não tem como não lembrar do Superman. Até existem personagens mais poderosos do que ele, mas poucos conseguem inspirar tanta admiração e respeito quanto o azulão. O único personagem na Marvel que chega perto desse tipo de respeito é o Capitão América  e mesmo assim essa comparação é injusta.

marvel vs dc 1

Pergunte a qualquer um qual é o herói mais fodão de todos os tempos e muitos responderão: Batman. Ele é um mero ser humano que treinou mente e corpo ao máximo possível. E mesmo assim ele encarou e venceu pesos pesados de DC, como o próprio Super-Homem. Ele também é outro claro exemplo de personagem cuja mera presença muda todo o clima de uma situação, mas enquanto o Super dá uma injeção de ânimo, quando o Batman aparece todos pensam: “ferrou”.

E como não lembrar da Mulher-Maravilha, heroína que se tornou símbolo da luta feminista?

Os heróis de DC tem uma carga mitológica tão grande que muitos teóricos da HQ os comparam aos deuses de diversas mitologias antigas. E por isso mesmo mudá-los é muito mais difícil de se fazer do que com os personagens da concorrência. E não me refiro à mudanças só de visual e uniforme, mas sim mudanças de “status quo”.  Os “três grandes da DC” (Super-Homem, Batman e Mulher-Maravilha) nunca caíram de seus postos. Agora observem a subida e descida da posição do Homem de Ferro na Marvel nos últimos anos.

Mas a Marvel tem uma enorme vantagem sobre a DC: sua cronologia. O universo da primeira é muito melhor amarrado que o da segunda.

A DC passou por 3 reformas de sua cronologia antes de do anunciado reboot: uma para dissolver seu Multiverso e estabelecer um Universo só (Crise nas Infinitas Terras), outra para corrigir alguns erros desta mudança (Zero Hora) e por fim outra que trouxe de volta o conceito de Multiverso (Crise Infinita). Afinal de contas, o que de fato está acontecendo? Com tantas idas e voltas ficam complicado entender, mesmo tudo “começando de novo”.

Porém a “coerência total” da Marvel também traz suas desvantagens, com sagas desenvolvendo-se por anos e anos e que fazem parte de quase todas as revistas de editora, o que dificulta um pouco a vida de leitores turistas. Tanto que lançou a linha de quadrinhos Ultimate, que nada mais é do que uma releitura mais moderna de seu universo visando o público que não lê as histórias de seus heróis à anos.

Duas sagas que foram lançadas praticamente na mesma época mostram bem a diferença de postura entre as duas editoras: Guerra Civil pela Marvel e Crise de Identidade pela DC. A primeira colocou herói contra herói por questões políticas e questionou o uso de identidades secretas, enquanto a segunda colocou seus maiores heróis enfrentando erros do passado e mostrando o quanto é importante o uso das máscaras. Ambas mostraram seus personagens mais humanos e enfrentando seus erros por abusar de seus poderes, mas por linhas de pensamento diametralmente opostas.

Seja você Marvete ou DCnauta, só não vale deixa o preconceito estragar a sua diversão!

marvel vc dc 3
(Publicado originalmente no Contraversão)

Anúncios
comentários
  1. Henrique disse:

    Ótimo texto mas a Marvel ainda é melhor e sempre será afinal é a Casa das Idéias.

  2. Pedro Martins disse:

    Já li algumas coisas da DC mas prefiro a Marvel! Foi com ela que comecei a ler HQs (do Homem Aranha que ganhei de presente) e é com seus personagens que me identifico sem contar tudo de importante que a editora já fez pelo mercado, primeiros personagens negros, muçulmanos, gays, os títulos que recebeu ao longo dos anos e tal. Nada contra a DC mas não consigo ver veracidade em seus personagens. Já no quesito cinema não preciso nem dizer que quem está anos luz a frente né? Enfim texto incrível..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s