Arquivo de março, 2015

(Originalmente publicado no Blog da Fnac em 28/03/2013)

1.  INTERNA – ENTREGA DO OSCAR – NOITE

Plano médio em Quentin Tarantino, de terno e gravata, segurando a estatueta. O diretor e roteirista norte-americano recebe o prêmio de “Melhor Roteiro Original” no Academy Awards (mais conhecido como “Oscar”) por Django Livre. O filme conta a história de um escravo liberto em busca da liberdade da sua esposa, escrava em uma plantação no sul dos EUA. Um dentista alemão o ajuda em sua jornada.

tarantino1

NARRAÇÃO EM OFF

Houve um tempo em que era fácil definir a pessoa de Quentin Tarantino. Já foi chamado de um nerd que não sabia falar de outra coisa que não fosse cinema. Já foi taxado como um roteirista que não consegue fazer nada original, pois sua carreira foi construída em cima de copiar diálogos, cenas e até sequências inteiras de filmes obscuros que só ele havia visto. Já foi aclamado como a salvação do cinema após a ressaca da era Coppola-Spielberg-Lucas-Scorcese.

Acontece que o sujeito virou um adjetivo. Diga “Tarantino” para alguém e logo vem à mente diálogos rápidos e ácidos, armas, violência tão explícita que vira comédia, referências a filmes obscuros e trilhas sonoras inusitadas. Dito assim parece algo fácil de ser feito ou até mesmo imitado. Mas não é.

(mais…)

Anúncios

Um menino curioso demais

Publicado: 20 de março de 2015 em Quadrinhos
Tags:, , , , , ,

(Originalmente publicado no Blog da Martins Fontes Paulista em 05/06/2011)

titeuf2

Titeuf é o típico “menino da escola”. Extremamente curioso, vive querendo saber os “porquês” da coisas. Nada fora do normal, se ele não se interessasse principalmente sobre assuntos envolvendo sexo e nunca entendesse as explicações que lhe são dadas!

Criação do francês Zep, o curioso menino já é comparado a personagens de sucesso como Asterix, Tintim, e Smurfs. Com 15 álbuns publicados em mais de 25 países, a V&R Editoras publicou Brasil os dois primeiros álbuns das desventuras deste personagem famoso por apresentar uma visão ingênua sobre temas do universo adulto: Deus, sexo e os suspensórios, O amor é nojento e Do que elas gostam…

Com mais de 20 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, as histórias de Titeuf aproximam o leitor de temas atuais e delicados, como AIDS e aborto. Tudo de maneira divertida e bem humorada mas sem subestimar o leitor ou menosprezar os assuntos tratados.

titeuf1

 

(Publicado originalmente no Blog da Fnac em 16/03/2013 e republicado aqui com algumas alterações)

Dia 17 de março é comemorado o Dia de São Patrício (ou Saint Patrick´s Day, no original em inglês). Provavelmente o dia santo mais comemorado do mundo, passou de uma simples celebração da cerveja para festivais que podem durar até cinco dias.

A história de São Patrício nos conta que ele se chamava Louis Andrew e nasceu na Bretanha do século IV. Filho de uma família rica e tradicional, logo cedo tornou-se diácono na Igreja Católica. Aos dezesseis anos, foi raptado por piratas irlandeses e deixado na Irlanda como escravo. De acordo com relatos do próprio Patrício, conseguiu escapar seguindo orientações de Deus e retornou a Bretanha, onde entrou para o Mosteiro de Ésir.

patricio3

Anos depois, já era bispo e recebeu outro chamado divino. Desta vez, teria que regressar a Irlanda para evangelizar a população da ilha. Faleceu dia 17 de março de 461, após mais de 30 anos de evangelização.

O primeiro festival em homenagem ao santo irlandês ocorreu em 1996. Como São Patrício usava de um trevo de três folhas para explicar a Santíssima Trindade aos irlandeses, é tradição todos se vestirem com algo verde. É comum também roupas ou imagens de leprechauns, uma criatura do folclore irlandês, conhecida como guardiã de tesouros.

(mais…)

(Publicado originalmente em Budweiser em 09/03/2015)

joss-stone

Cantora, compositora de soul e rythm & blues (r&b) e atriz, Joss Stone é uma artista reconhecida pelo público e pela crítica. Além de ter conquistado diversos BRIT Awards, um Grammy Award, vendeu mais de onze milhões de álbuns em todo o mundo, o que lhe rendeu um disco de platina por Mind, Body & Soul e um disco de ouro por The Soul Session e Introducing Joss Stone.

Natural de Dover, na Inglaterra, Stone cresceu na vila da Ashill. Foi ali que começou sua formação musical, escutado os mais diversos estilos musicais e se interessando mais especificamente por r&b e soul. Em uma entrevista à MTVNews, a artista se viciou em soul devido ao alto grau de exigência que o gênero exige.

Ela deixou a Inglaterra em 2002 para uma audiência com Steve Greenberg, da S-Curve Record, em Nova York e, em 2003, lançou seu primeiro álbum: The Soul Sessions. Com covers de músicas pouco conhecidas de artistas como Wright, Franklin, Laura Lee e Bettye Swann, o disco alcançou o topo das paradas dos EUA e do Reino Unido.

Seu segundo álbum foi lançado em 2004. Batizado de Mind, Body & Soul, desta vez trouxe músicas originais e foi sucesso ainda maior que o trabalho anterior, e logo em sua estreia já estava topo das paradas britânicas. O feito rendeu a Stone o recorde de cantora mais jovem a chegar ao primeiro lugar na estreia de um álbum. Com participações de Lauryn Hill, Common, e Joi, o terceiro álbum, Introducing Joss Stone, foi lançado em 2007.

Sua apresentação em São Paulo faz parte da turnê Total World Tour e, além de seus clássicos, Stone vai apresentar algumas músicas de seu próximo álbum, Water For Your Soul.

 

(Publicado originalmente em Budweiser em 06/03/2015)

steve hackett

Guitarrista e compositor britânico, Steve Hackett, ficou conhecido após sua passagem pela banda de rock progressivo Gênesis. Também foi um dos fundadores do GTR, em 1986, um grupo que reuniu diversos músicos progressistas. O único disco do GTR, com o mesmo nome da banda, chegou a ocupar a 11° posição na Billboard 200 dos EUA

O GTR acabou em 1987 e Hackett deu início à sua carreira solo. Seus álbuns trazem elementos de música clássica, acústica e blues. Em suas apresentações ao vivo, além das composições de sua carreira solo, também são apresentadas diversas músicas de sua passagem pelo Gênesis: “I know what I like”, “The musical box”, “The lamb lies down on Broadway”, “Firth of fifth” e “Supper’s ready”.

 

(Publicado originalmente no Blog da Fnac em 04/04/2013)

dk1

Nos anos 1980, as histórias em quadrinhos eram vistas como produtos exclusivamente voltados para o público infantil e ninguém acreditava que super-heróis pudessem protagonizar histórias maduras. Algumas tramas mais densas foram produzidas desde os anos 1970, mas, no imaginário geral, quadrinhos de heróis eram “coisa de criança”.

O Batman era um dos personagens que mais sofria com este estereótipo. Graças ao sucesso imenso do seriado dos anos 1960, os quadrinhos se viram obrigados a seguir o mesmo estilo. Cores berrantes, atuações caricatas, tramas simples e armadilhas mortais eram comuns nas páginas das HQs do Homem-Morcego.

Houve uma tentativa por parte da DC Comics de recuperar a imagem sombria do Batman. A dupla Neal Adams (desenhos) e Dennis O´Neil (texto) trouxe de volta conceitos maduros e desenhos mais realistas, mas foi só com Batman – O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller, que o personagem foi redefinido. Esta obra é considerada um marco na carreira de Miller e um ponto de virada na história não apenas do Batman, mas dos quadrinhos como um todo.

(mais…)

(Publicado originalmente no Contraversão em 04/11/2013)

lhama1

Um grupo de cinco adolescentes franceses foi detido após roubarem uma lhama chamada Serge de um circo e passearem com ele pelos trens da cidade de Bordeaux, conhecida como a capital mundial do vinho.

O incidente na madrugada de quinta-feira, quando o grupo saiu bêbado de um clube e passou por um circo fechado. “Nós entramos, resolvemos brincar com os animais e acabamos levando a lhama conosco”, disse Mathieu, um dos adolescentes.

Inicialmente, o grupo queria levara zebra, mas o animal se mostrou muito teimoso. Já a lhama se mostrou mais aprazível. “Ela andava conosco como um cachorrinho”, explicou Mathieu. Eles entraram com a lhama em um bonde, mas um inspetor foi avisado por passageiros, assustados com a presença do animal. Então os adolescentes disseram adeus ao seu novo, amigo, o deixando amarrado em um poste, aos cuidados do inspetor.

Eles foram então detidos pela polícia e soltos, mas vão responder pelo ocorrido. O caso tornou-se um viral e uma página do Facebook pede que os rapazes sejam perdoados, contando atualmente com mais de 740 mil curtidas.

Serge está bem e, após seu passeio pelas ruas de Bordeaux, retomou normalmente suas apresentações no circo.

lhama2

Fonte: The Independent