Celebre o Dia de São Patrício com a banda The Leprechaun

Publicado: 17 de março de 2015 em Música
Tags:, , , , , , , ,

(Publicado originalmente no Blog da Fnac em 16/03/2013 e republicado aqui com algumas alterações)

Dia 17 de março é comemorado o Dia de São Patrício (ou Saint Patrick´s Day, no original em inglês). Provavelmente o dia santo mais comemorado do mundo, passou de uma simples celebração da cerveja para festivais que podem durar até cinco dias.

A história de São Patrício nos conta que ele se chamava Louis Andrew e nasceu na Bretanha do século IV. Filho de uma família rica e tradicional, logo cedo tornou-se diácono na Igreja Católica. Aos dezesseis anos, foi raptado por piratas irlandeses e deixado na Irlanda como escravo. De acordo com relatos do próprio Patrício, conseguiu escapar seguindo orientações de Deus e retornou a Bretanha, onde entrou para o Mosteiro de Ésir.

patricio3

Anos depois, já era bispo e recebeu outro chamado divino. Desta vez, teria que regressar a Irlanda para evangelizar a população da ilha. Faleceu dia 17 de março de 461, após mais de 30 anos de evangelização.

O primeiro festival em homenagem ao santo irlandês ocorreu em 1996. Como São Patrício usava de um trevo de três folhas para explicar a Santíssima Trindade aos irlandeses, é tradição todos se vestirem com algo verde. É comum também roupas ou imagens de leprechauns, uma criatura do folclore irlandês, conhecida como guardiã de tesouros.

No Brasil, a data começou a ser celebrada em bares no estilo dos pubs irlandeses. Logo se popularizou e é tema de grandes comemorações em bares, casas noturnas e até mesmo festas de rua.

Celebrando a data, a banda de folk rock The Leprechaun leva seu som ao The Pub S.P., na Rua Augusta. Conversamos com a vocalista Fabiana Santos sobre a história do grupo, suas influências, mudanças de formação e muito mais. Confira!

Vocês definem o seu som como folk rock, mas podemos ouvir que ali existem outros estilos. O que está no caldeirão sonoro da banda The Leprechaun?

Somos uma banda com 6 integrantes, todos com gostos musicais diferentes. Então tem um pouco de tudo, por isso a gente prefere nunca ir só pra uma ou outra sonoridade. Procuramos sempre balancear todas essas influências. Mas uma das coisas que todos nós sempre gostamos muito é de Punk Rock, e dá pra ouvir uma coisa ou outra no nosso som. É uma influencia bem forte pra gente.

 

Como a banda se formou?

A banda se formou graças a ideia do Eric Fontes (baixista) que consistia em ressuscitar a antiga banda q ele tinha com o Rafael Schardosim (banjo/gaita) e com o Fernando Zornoff (antigo baterista). Eles queriam fazer uma pegada diferente, algo mais folk, mais leve. A gente já se conhecia a uns anos e eles me chamaram pra dar voz ao projeto que no começo consistia em vídeos estáticos só com áudio no Youtube. Mas acabou q a resposta foi muito boa e a galera começou a pedir CD e shows, aí a gente chamou o Bruno Stankevicius (violão/escaleta), o Paulo Sampaio (violão) e o Giovanni Schiavetto (antigo violinista) pra entrar.

O segundo álbum de vocês, The Long Road, tem recebido muitas críticas positivas. Como foi o processo de produção deste trabalho?

Foi incrível! O processo de composição foi bem fluído, todos nos reunimos e a coisa foi acontecendo de maneira bem natural. Gravamos tudo em dois finais de semana num sítio no interior de SP, isolados do mundo e foi a melhor coisa que poderíamos ter feito. O resultado está aí!

Vocês passaram por uma recente troca de formação, com a entrada da baterista Fernanda Terra. Isso causou alguma mudança no som da banda?

A Fernanda vem do metal, mas tem cabeça de músico profissional, mega aberta a novidades, a críticas, a sonoridades novas. É uma pessoa incrível pra trabalhar junto! Estamos todos muito felizes de trazer ela a bordo!

 

patricio1

A agenda do grupo anda bastante agitada, com shows em todo o estado de São Paulo. Existem planos de ampliar as apresentações para outros estados e até mesmo pra fora do país?

Adoraríamos tocar fora, seria incrível!

Qual a origem do nome The Leprechaun?

A imagem do Leprechaun (duende) é conhecida no mundo todo, um personagem típico do Folclore Irlandês e de fácil associação. Escolhemos um nome que não precisa de tradução, que todos podem ouvir e associar, em qualquer parte do mundo. 

 

patricio

Agora, se você é um pouco mais tradicionalista, pode fazer uma oração a São Patrício, escrita pelo próprio ainda no Século V. Além de muito bonita, dizem trazer proteção contra inimigos espirituais e físicos.

“Levanto-me, neste dia que amanhece,
Por uma grande força, pela invocação da Trindade,
Pela fé na Tríade,
Pela afirmação da unidade
Do Criador da Criação.

Levanto-me neste dia que amanhece,
Pela força do nascimento de Cristo em Seu batismo,
Pela força da crucificação e do sepultamento,
Pela força da ressurreição e ascensão,
Pela força da descida para o Julgamento Final.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do amor dos Querubins,
Em obediência aos Anjos,
A serviço dos Arcanjos,
Pela esperança da ressurreição e da recompensa,
Pelas orações dos Patriarcas,
Pelas previsões dos Profetas,
Pela pregação dos Apóstolos
Pela fé dos Confessores,
Pela inocência das Virgens santas,
Pelos atos dos Bem-aventurados.

Levanto-me neste dia que amanhece,
Pela força do céu:
Luz do sol,
Clarão da lua,
Esplendor do fogo,
Pressa do relâmpago,
Presteza do vento,
Profundeza dos mares,
Firmeza da terra,
Solidez da rocha.

Levanto-me neste dia que amanhece,
Pela força de Deus a me empurrar,
Pela força de Deus a me amparar,
Pela sabedoria de Deus a me guiar,
Pelo olhar de Deus a vigiar meu caminho,
Pelo ouvido de Deus a me escutar,
Pela palavra de Deus em mim falar,
Pela mão de Deus a me guardar,
Pelo caminho de Deus à minha frente,
Pelo escudo de Deus que me protege,
Pela hóstia de Deus que me salva,
Das armadilhas do demônio,
Das tentações do vício,
De todos que me desejam mal,
Longe e perto de mim,
Agindo só ou em grupo.

Conclamo, hoje, tais forças a me protegerem contra o mal,
Contra qualquer força cruel que ameace meu corpo e minha alma,
Contra a encantação de falsos profetas,
Contra as leis negras do paganismo,
Contra as leis falsas dos hereges,
Contra a arte da idolatria,
Contra feitiços de bruxas e magos,
Contra saberes que corrompem o corpo e a alma.

Cristo guarde-me hoje,
Contra veneno, contra fogo,
Contra afogamento, contra ferimento,
Para que eu possa receber e desfrutar a recompensa.
Cristo comigo, Cristo à minha frente, Cristo atrás de mim,
Cristo em mim, Cristo em baixo de mim, Cristo acima de mim,
Cristo à minha direita, Cristo à minha esquerda,
Cristo ao me deitar,
Cristo ao me sentar,
Cristo ao me levantar,
Cristo no coração de todos os que pensarem em mim,
Cristo na boca de todos que falarem em mim,
Cristo em todos os olhos que me virem,
Cristo em todos os ouvidos que me ouvirem.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Por uma grande força, pela invocação da Trindade,
Pela fé na Tríade,
Pela afirmação da Unidade,
Pelo Criador da Criação”.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s