Arquivo da categoria ‘Música’

5.1.2

Não sei precisar quando o rock adentrou o meu lar. Lembro que quando tinha uns 14 anos, meu pai, começou a gostar de guitarrista do Gun’n Roses, o Slash. Ele vivia ouvindo Rádio Cidade (pagode, sertanejo e pop nacional em geral) e cismou que aquele cabeludo de cartola era o melhor do mundo. Como ele ouviu a banda, sabia quem era o guitarrista e quais eram os critérios de um bom guitarrista são mistérios para mim até hoje. Desconfio que tenha a ver com a MTV.

Então meu irmão do meio apareceu com uma fita do Appetite for Destruction e ele ouvia direto, mas confesso que não me encantou muito. Talvez um dos motivos seja porque o primeiro fora que eu tinha levado em um bailinho de garagem na vida foi ao som de Patience, da mesma banda. Tudo bem que na época isso tinha rolado a mais de um ano, mas mesmo assim me afetava.

(mais…)

Anúncios

Daqui até a Eternidade

Publicado: 5 de abril de 2016 em Música
Tags:, , , , ,

(Publicado originalmente no Blog da Fnac em 02/04/2013)

cazuza 3

Agenor de Miranda Araújo Neto não respondia a chamada em seus primeiros dias de aula. Desde antes de seu nascimento, só se referiam à criança pelo seu apelido: Cazuza. E foi assim que este compositor, cantor, poeta e escritor ficou famoso.

Filho de um produtor musical, Cazuza cresceu entre grandes nomes da música brasileira, como Caetano Veloso, Elis Regina, Gal Costa, Gilberto Gil, João Gilberto, entre outros. Com isso, desenvolveu logo cedo um gosto por músicas melancólicas de artistas como Cartola e Noel Rosa. Aos sete anos já escrevia seus primeiros poemas e letras de músicas.

De férias em Londres aos 14 anos, tomou gosto pelo rock ao conhecer as músicas de Janis Joplin, Led Zeppelin e Rolling Stones. Após ingressar em uma faculdade de comunicação, passa a frequentar a zona boêmia do Rio de Janeiro. Em uma viagem aos EUA, encantou-se com a literatura beat e seu mundo de sexo, música, drogas e viagens. Estava formado o caldeirão de influências artísticas e culturais que Cazuza levaria para a vida.

(mais…)

(Publicado originalmente em Budweiser em 23/04/2015)

Ed-Sheeran

Natural da Inglaterra, o cantor e compositor Ed Sheeran começou sua carreira musical em 2005, com a gravação do EP independente The Orange Room, mas já havia participado do coral de igreja perto de sua casa, onde aprendeu a tocar guitarra. Ao mudar-se para Londres em 2008, começou a se apresentar em diversos locais, inclusive abrindo shows para outros artistas.   Em 2009 lançou seu segundo álbum independente, You Need Me e, no ano seguinte, Loose Change, trabalho que trazia o grande sucesso The A Team.

Tentando dar uma guinada em sua carreira, Sheeran mudou para os EUA, mais especificamente para Los Angeles. Apresentando-se nas mais diversas casas de shows, acabou por chamar a atenção do ator Jamie Foxx, que ofereceu seu estúdio e estadia em sua casa. Graças a esta oportunidade, ele conseguiu visibilidade para seu trabalho, tanto em apresentações ao vivo quanto em vídeo no Youtube. Este período rendeu mais dois EPs: Ed Sheeran: Live at Bedford eSongs I Whrote With Amy.

Seu lançamento seguinte, No 5 Colaborações, foi um projeto que contou com a colaboração de diversos artistas independentes e chamou a atenção da grande mídia ao alcançar a segunda posição nas vendas via iTunes. Um show gratuito de divulgação deste álbum precisou de mais quatro apresentações, tamanha foi a presença de público. Foi então que ele finalmente assinou com uma gravadora.

Em 2011 Ed Sheeran lançou seu primeiro álbum por uma gravadora.  Intitulado de “+” (Plus), foi disco da platina na Inglaterra e rendeu dois Britsh Awards. Uma participação no quarto álbum de Taylor Swift e composições para o One Direction lançaram Sheeran ao estrelato mundial.

Batizado de “x” (Multiply), seu segundo álbum de estúdio foi lançado em 2014 e chegou ao primeiro lugar na UK Albums Chart e na Billboard US 200.

Ed-Sheeran

(Publicado originalmente no Blog da Fnac em 16/03/2013 e republicado aqui com algumas alterações)

Dia 17 de março é comemorado o Dia de São Patrício (ou Saint Patrick´s Day, no original em inglês). Provavelmente o dia santo mais comemorado do mundo, passou de uma simples celebração da cerveja para festivais que podem durar até cinco dias.

A história de São Patrício nos conta que ele se chamava Louis Andrew e nasceu na Bretanha do século IV. Filho de uma família rica e tradicional, logo cedo tornou-se diácono na Igreja Católica. Aos dezesseis anos, foi raptado por piratas irlandeses e deixado na Irlanda como escravo. De acordo com relatos do próprio Patrício, conseguiu escapar seguindo orientações de Deus e retornou a Bretanha, onde entrou para o Mosteiro de Ésir.

patricio3

Anos depois, já era bispo e recebeu outro chamado divino. Desta vez, teria que regressar a Irlanda para evangelizar a população da ilha. Faleceu dia 17 de março de 461, após mais de 30 anos de evangelização.

O primeiro festival em homenagem ao santo irlandês ocorreu em 1996. Como São Patrício usava de um trevo de três folhas para explicar a Santíssima Trindade aos irlandeses, é tradição todos se vestirem com algo verde. É comum também roupas ou imagens de leprechauns, uma criatura do folclore irlandês, conhecida como guardiã de tesouros.

(mais…)

(Publicado originalmente em Budweiser em 09/03/2015)

joss-stone

Cantora, compositora de soul e rythm & blues (r&b) e atriz, Joss Stone é uma artista reconhecida pelo público e pela crítica. Além de ter conquistado diversos BRIT Awards, um Grammy Award, vendeu mais de onze milhões de álbuns em todo o mundo, o que lhe rendeu um disco de platina por Mind, Body & Soul e um disco de ouro por The Soul Session e Introducing Joss Stone.

Natural de Dover, na Inglaterra, Stone cresceu na vila da Ashill. Foi ali que começou sua formação musical, escutado os mais diversos estilos musicais e se interessando mais especificamente por r&b e soul. Em uma entrevista à MTVNews, a artista se viciou em soul devido ao alto grau de exigência que o gênero exige.

Ela deixou a Inglaterra em 2002 para uma audiência com Steve Greenberg, da S-Curve Record, em Nova York e, em 2003, lançou seu primeiro álbum: The Soul Sessions. Com covers de músicas pouco conhecidas de artistas como Wright, Franklin, Laura Lee e Bettye Swann, o disco alcançou o topo das paradas dos EUA e do Reino Unido.

Seu segundo álbum foi lançado em 2004. Batizado de Mind, Body & Soul, desta vez trouxe músicas originais e foi sucesso ainda maior que o trabalho anterior, e logo em sua estreia já estava topo das paradas britânicas. O feito rendeu a Stone o recorde de cantora mais jovem a chegar ao primeiro lugar na estreia de um álbum. Com participações de Lauryn Hill, Common, e Joi, o terceiro álbum, Introducing Joss Stone, foi lançado em 2007.

Sua apresentação em São Paulo faz parte da turnê Total World Tour e, além de seus clássicos, Stone vai apresentar algumas músicas de seu próximo álbum, Water For Your Soul.

 

(Publicado originalmente em Budweiser em 06/03/2015)

steve hackett

Guitarrista e compositor britânico, Steve Hackett, ficou conhecido após sua passagem pela banda de rock progressivo Gênesis. Também foi um dos fundadores do GTR, em 1986, um grupo que reuniu diversos músicos progressistas. O único disco do GTR, com o mesmo nome da banda, chegou a ocupar a 11° posição na Billboard 200 dos EUA

O GTR acabou em 1987 e Hackett deu início à sua carreira solo. Seus álbuns trazem elementos de música clássica, acústica e blues. Em suas apresentações ao vivo, além das composições de sua carreira solo, também são apresentadas diversas músicas de sua passagem pelo Gênesis: “I know what I like”, “The musical box”, “The lamb lies down on Broadway”, “Firth of fifth” e “Supper’s ready”.

632x388_2

Mesmo durante sua passagem como baterista do Nirvana, um dos principais ícones do estilo grunge, Dave Grohl já mostrava seus vários talantos. O então baterista compôs algumas músicas que chegaram a ser lançadas sob o pseudônimo Late!, em 1992, no álbum Pocketwtach, mas nunca foram divulgadas como suas.

Com a morte de Kurt Cobain e o fim do Nirvana em 1994, Grohl pensou seriamente em encerrar sua carreira musical, mas preferiu expressar seu pesar gravando composições com seus sentimentos. O resultado foram diversas faixas prontas em uma única semana, com o artista gravando todos os instrumentos. Grohl resolveu lançar uma demo do trabalho com o nome de Foo Fighters,  expressão que faz referência ao termo usado por aviadores da Segunda Guerra mundial para descrever fenômenos aéreos não identificados,  ou OVNIS. Com o novo nome, Grohl esperava que todos pensassem que se tratava de uma banda nova,  ao invés de “um novo trabalho do ex-baterista do Nirvana”.

A demo chamou a atenção das gravadoras e acabou se tornando o primeiro trabalho oficial do Foo Fighters, lançado com o mesmo nome, em 1995. Para divulgar as músicas do álbum ao vivo, Grohl montou uma banda completa, chamando o guitarrista Pat Smear, o baixista Nate Mendel e o baterista William Goldsmith. Com esta formação, o Foo Fighters fez cerca de 190 apresentações em um ano.

(mais…)

qotsa-1

Famoso pelo seu som pesado e pela constante troca de seus integrantes, o Queens of The Stone Age (QotSA) foi formado em 1996 em Palm Beach, nos EUA. Um de seus maiores feitos foi tornar conhecido um sub-gênero que não era famoso até o início dos anos 2000, o stoner rock. Este estilo é marcado pela combinação de riffs pesados, distorções psicodélicas e produção retro.

O único membro da formação inicial do grupo é o vocalista, guitarristas e compositor Josh Homme. Antes de fundar o QotSA, ela já havia passado pelo Kyuss, pelo Screaming Trees e por seu projeto solo, batizado de Desert Sessions. Foi ali que encontrou o experimentalismo musical que seria a marca de sua próxima banda, o QotSA.

O grupo só conseguiu alcançar o estrelato em seu terceiro álbum, Songs for the Deaf. Lançado em 2001, parte de seu sucesso pode ser creditado à participação ilustre da Dave Grohl na bateria. O músico já era conhecido por ter sido baterista do Nirvana, mas ficou realmente famoso como vocalista, guitarrista e compositor do Foo Fighters.

Sucesso de público e crítica, Songs for the Deaf tornou o QotSA uma das grandes bandas do rock mundial.  Os álbuns seguintes, Lullabies to Paralyze, Era Vulgaris e …Life Clockwork continuaram a meteórica carreira da banda, com álbuns no topo das principais paradas e show lotados.

O QotSA atualmente está em turnê divulgando o …Life Clockwork, álbum que contou com as participações de Trent Reznor (Nine Inch Nails), Elton JohnJake Shears (Scissor Sisters), Alex Turner (Arctic Monkeys), Dave GrohlNick Oliveri e Alain Johannes.

(Publicado originalmente em Budweiser)